Pesquisar este blog

Nenhuma postagem.
Nenhuma postagem.

designer de interios(perguntas do professor rodrigo e respostar minhas ana paula :) )

1-O que é espaço?
espaço pode ser varias coisas,um lugar aonde você trabalha,mora etc..para os designer de interiores espaço é uma lugar aonde pode decorar de acordo com seu gosto e que você fique bem num espaço que goste.

2-Por que designer de interiores?
eu escolhi esse curso pois gosto muito de decorar casas e tambem porque quando acabar quero fazer arquitetura, então interiores já é um começo para depois fazer outra coisa que eu goste assim como projetar casas e decorar.

3-Qual profissional você conheçe nessa área?
Flavia bottura, Marcelo rosenbaum.

4-Qual matera conheçe dessa área?
televisão, revista e internet.

5-Quanto tempo passa na internet?
trabalho no computador o dia inteiro então passo a maior parte do dia na internet.

6-Qual os progamas que você conheçe?
Corel draw,photoshop,powerpoint,exel,wordl.







ARQUITETURA

Primeiramente, a arquitetura se manifesta de dois modos diferentes: a atividade (a arte, o campo de trabalho do arquiteto) e o resultado físico (o conjunto construído de um arquiteto, de um povo e da humanidade como um todo).

A arquitetura enquanto atividade é um campo multidisciplinar, incluindo em sua base a matemática, as ciências, as artes, a tecnologia, as ciências sociais, a política, a história, a filosofia, entre outros. Sendo uma atividade complexa, é difícil concebê-la de forma precisa, já que a palavra tem diversas acepções e a atividade tem diversos desdobramentos.

Atualmente, o mais antigo tratado arquitetônico de que se tem notícia, e que propõe uma definição de arquitetura, é o do arquiteto romano Marco Vitrúvio Polião. Em suas palavras:

"A arquitetura é uma ciência, surgindo de muitas outras, e adornada com muitos e variados ensinamentos: pela ajuda dos quais um julgamento é formado daqueles trabalhos que são o resultado das outras artes."
A definição de Vitrúvio, apesar de inserida em um contexto próprio, constitui a base para praticamente todo o estudo feito desta arte, e para todas as interpretações até a atualidade. Ainda que diversos teóricos, principalmente os da modernidade, tenham conduzido estudos que contrariam diversos aspectos do pensamento vitruviano, este ainda pode ser sintetizado e considerado universal para a arquitetura (principalmente quando interpretado, de formas diferentes, para cada época), seja a atividade, seja o patrimônio.

Vitrúvio declara que um arquiteto deveria ser bem versado em campos como a música, a astronomia, etc. A filosofia, em particular, destaca-se: de fato quando alguém se refere à "filosofia de determinado arquiteto" quer se referir à sua abordagem do problema arquitetônico. O racionalismo, o empirismo, o estruturalismo, o pós-estruturalismo e a fenomenologia são algumas das direções da filosofia que influenciaram os arquitetos.

DESIGNER DE INTERIORES

O design de interiores, confundido por vezes com decoração de interiores, é uma técnica cenográfica, visual e arquitetônica de composição e decoração de ambientes internos (cômodos, casas, residências, escritórios, palácios etc.).

Consiste na arte e prática de planejar e arranjar espaços, escolhendo e/ou combinando os diversos elementos de um ambiente estabelecendo relações estéticas e funcionais que dependam do fim a que este se destina.

Tecnólogo é o título dado ao profissional que fez um Curso Superior de Graduação Tecnológica em IES (Instituição de Ensino Superior). Esse título é usado exclusivamente à esse profissional e é Diplomado. Exemplo: Tecnólogo em Design de Interiores ou Graduado em Design de interiores.

Esse profissional por sua vez pode seguir nos estudos fazendo cursos de Pós - graduação Latu senso (especialização); MBA (especialização) e Strictu Senso (mestrado).

Técnico é o título dado ao profissional que terminou o Ensino Médio Técnico. Esse título é usado exclusivamente à esse profissional que ao contrário do tecnólogo que é Diplomado, é Certificado. Para esse profissional receber o título de tecnólogo terá fazer um curso superior de graduação tecnológica em alguma IES.


É a arte de planejar e arranjar ambientes de acordo com padrões de estética e funcionalidade. O profissional harmoniza, em um determinado espaço, móveis, objetos e acessórios, como cortinas e tapetes, procurando conciliar conforto, praticidade e beleza. Planeja cores, materiais, acabamentos e iluminação, utilizando tudo de acordo com o ambiente e adequando o projeto às necessidades, ao gosto e à disponibilidade financeira do cliente. Administra o projeto de decoração, estabelece cronogramas, fixa prazos, define orçamentos e coordena o trabalho de marceneiros, pintores e eletricistas. Pode projetar salas comerciais, residências ou espaços em locais públicos. Esse profissional costuma trabalhar como autônomo, mas pode atuar também como funcionário de empresas especializadas em decoração e design de interiores ou, ainda, como consultor em lojas de móveis.